sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Cirurgias Plásticas

Qual a relação entre beleza, saúde e moda? Esse é um assunto para se refletir bastante.
Na tentativa de se adequar aos padrões de beleza já estabelecidos pela sociedade, muita gente acaba passando dos limites com as famosas CIRURGIAS.
Nariz, seios, cabelo, pele, cintura, enfim, uma infinidade de partes do corpo faz com que muitas mulheres e homens coloquem em risco a própria saúde, Michael Jackson que o diga. O que tenho a dizer sobre isso? Esse nem sempre é o melhor caminho.


Existem inúmeros tratamentos estéticos que fazem verdadeiros ‘milagres’, alguns até já citados por mim aqui. Se o problema são as estrias, uma técnica adequada resolve, como também as polêmicas espinhas. O que não podemos esquecer é que certas ‘reações’ do corpo são completamente ‘normais’ (até certo ponto), em determinadas fases da vida.
Pesquisando, descobri que existem casos muito sérios de excessos, como os implantes de silicone, a cirurgia recorde no quesito beleza. Existem mulheres que recorrem a essa opção por uma extrema necessidade, mas há aquelas que simplesmente criam verdadeira obsessão por essa cirurgia, como a brasileira Sheyla Hershey, a mulher com os maiores seios do mundo, que teve de retirar suas próteses por problemas de saúde como dores na coluna, infecção, febre, entre outros sintomas. O resultado foi trágico.

Já a cantora Ashley Tisdale se submeteu a uma cirurgia por conta de um desvio no septo nasal que prejudicava sua respiração. Aqui temos um exemplo de saúde em risco caso não seja feita a operação, por isso, é mais do que recomendável.

Portanto, muito cuidado na hora de “passar a faca”. Consulte um especialista e veja se existe alguma outra solução para o seu problema. Lembre-se de que estar na moda é, antes de tudo, ser saudável.
Preserve sua saúde!

Abs Saudáveis,
Igor Mariano Sousa Sales.

Nenhum comentário: