segunda-feira, 13 de junho de 2011

Conversando sobre Acupuntura.

Considerando que hoje toda a equipe do ZPT encontra-se de férias de mais um semestre de grandes conhecimentos da faculdade, resolvi abordar aqui no blog um método de tratamento que busca o equilíbrio de forma geral ao nosso corpo, a Acupuntura.

Visando um conhecimento mais amplo e conivente nesse tratamento, resolvi bater na porta de pessoas que trabalham com isso, afinal na Internet temos um acervo de informação extenso, mas nem tudo é confiável. Então para começar, “O que é mesmo Acupuntura?”
É um ramo da Medicina Tradicional Chinesa, onde consiste a observação e utilização de pontos específicos do corpo, com intuito de tratamentos específicos, conforme os sinais e sintomas apresentados pelo paciente/cliente.
Partindo da idéia de que precisamos estar em consultórios, tomando remédios, tendo cuidado com a alimentação, entre outras coisas que condizem a uma vida equilibrada. Surgi um tratamento que expõe uma idéia de que, aplicar agulhas no corpo trará equilíbrio, “isso realmente é real?”. Sim e Não. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Acupuntura é um tratamento complementar, isso nos explica muita coisa. Aliar o uso de medicamentos específicos, realizar atividades saudáveis, praticar exercícios, manter um contato constante com médicos e aliar a acupuntura na sua rotina, tudo isso corresponde a um globo de ações que trará resultados positivos na vida do praticante.

Hoje em dia passamos por certos modismos que confluem com a idéia de ser útil ou não, mas para isso existem registros milenares que comprovam a eficácia da Acupuntura e para firmar a eficácia, a OMS e os conselhos de Psicologia, Fisioterapia, Enfermagem, Nutrição e Medicina, tornam válidos, através de artigos, pesquisas e estudos a eficácia do tratamento.
Erroneamente caracterizamos a Acupuntura como uso exclusivo de agudas. Também são utilizados nessa área, os dedos, ventosas, laser e fogo, mobilizando os pontos específicos, estimulando e buscando o ápice do objetivo que é o equilíbrio.
Desconfie se durante o seu primeiro atendimento, o profissional iniciar a sessão sem perguntas e questionamentos. Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, o profissional subordinado a essa especialização tem como objetivo observar sinais como cheiro, textura da pele, aspecto da língua e cor do paciente, entre outros links que relacionam a disfunção apresentada.
Mas, a agulha dói? Não, resposta rápida. São utilizadas agulhas que tem espessura menor ou igual a um fio de cabelo. Isso corresponde a uma seqüência de picadas de mosquitos, algo desconfortável inicialmente, mas relaxante e estimulante com o decorrer.
Todos os materiais utilizados em uma sessão de acupuntura são esterilizados e de uso único e individual, visando um maior acesso e cuidados aos interessados.
Para iniciar sessões de Acupuntura, procure seu médico. Nós trabalhamos em conjunto e isso torna o tratamento muito mais eficaz.


Abs Saudáveis


Nenhum comentário: